Oi diz que recebeu mais de uma proposta de compra da Oi Móvel

Oi informa que há mais interessados na compra da divisão de telefonia celular: além da oferta vinculante conjunta da Claro, TIM e Vivo, a operadora comunica que recebeu “mais de uma proposta”. A companhia, que espera arrecadar ao menos R$ 15 bilhões pela Oi Móvel, não divulgou o potencial comprador por motivos de confidencialidade. Em ocasiões anteriores, a Algar manifestou interesse em adquirir a empresa.

Em comunicado, a Oi diz que os detalhes das propostas ou proponentes não serão divulgados até o encerramento do processo competitivo. O cronograma prevê um leilão dos ativos móveis até o término de 2020; a operadora também busca compradores para data centers, torres e uma parceira para expandir fibra óptica no Brasil (InfraCo).

Quando revelou os planos para vendas dos ativos, a Oi determinou critério de venda pelo maior valor, exceto caso a segunda proposta traga menor risco de execução com diferença de preço de até 5%. Com as vendas, a operadora espera encerrar o processo de recuperação judicial e colocar em prática seu plano estratégico, que prevê cobertura de fibra óptica em 16 milhões de domicílios até 2021.

Algar está interessada na Oi Móvel (e na Oi Fibra)

Embora não se saiba publicamente o potencial comprador, o grupo Algar já havia manifestado interesse na aquisição da Oi Móvel e na participação da expansão da rede de fibra óptica. A compra seria conjunta com o fundo soberano Cingapura CIC.

A Algar atua como operadora de telefonia fixa, banda larga por fibra e serviço móvel em certas regiões do Brasil. Caso o negócio se concretize, o Brasil continuaria com quatro grandes operadoras de celular e a Oi não seria fatiada entre Claro, TIM e Vivo.

Com informações: Teletime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *