Xiaomi Lança Mi Band 5 Com Tela Maior e Carregador Magnético

Xiaomi anunciou a Mi Band 5 nesta quinta-feira (11). Sucessora da Mi Band 4, a nova smartband conta com tela maior, carregador magnético, mais de cem temas para personalizar o visual da pulseira fitness e melhorias nos sensores. O lançamento chega às lojas chinesas em junho. O preço sugerido começa em 189 yuan (cerca de R$ 130 em conversão direta).

A Xiaomi manteve o mesmo visual em forma de pílula de sempre. O novo wearable da marca chinesa também possui tela de 1,2 polegadas, 20% maior que a Mi Band 4, com 0,95 polegadas, e painel AMOLED colorido

Além do display maior, a Xiaomi introduziu mais de cem temas ao relógio, incluindo watchfaces de animações populares, como Bob Esponja Calça Quadrada, Hatsune Miku e Neon Genesis Evangelion. Já a resistência à água é de 5 ATM.

Conforme revelado pela fabricante na terça-feira (9), o lançamento possui carregador magnético. Ao contrário das gerações anteriores, não será mais preciso remover o gadget da pulseira para repôr a recarga. Agora, basta conectar o cabo na traseira do dispositivo, logo abaixo dos sensores, e aguardar o restabelecimento da energia.

A Mi Band 5 é capaz de rastrear onze atividades físicas diferentes. A Xiaomi ainda apresentou melhorias nos sensores, ferramentas para monitorar o sono e ainda incluiu novas funções à smartband, como o recurso para acompanhar ciclos menstruais, barômetro, oxímetro, controle remoto para a câmera do celular, entre outras.

Outra novidade para quem faz exercícios com a pulseira é o PAI, ou “Personal Activity Intelligence” (“Inteligência de atividade pessoal”, em tradução livre). A ferramenta apresenta um sistema de pontuação para estimular os usuários a praticarem atividades físicas no dia a dia.

Por dentro, o lançamento possui conectividade Bluetooth 5.0 e NFC. A Xiaomi, porém, não especificou se o recurso de pagamento por aproximação estará disponível na versão global da pulseira, mesmo após o anúncio da Mi Band 4 com a função na Europa. A bateria é de 125 mAh.

Também não houve menções em relação à integração com a assistente virtual Alexa, da Amazon.

Anunciada somente na China, as vendas da nova geração da pulseira inteligente da Xiaomi começam em 18 de junho, no país asiático, por 189 yuan (cerca de R$ 130 em conversão direta). A versão com NFC custará 229 yuan (cerca de R$ 160 em conversão direta).

Ainda não há previsão de data e preço de lançamento da Xiaomi Mi Band 5 no Brasil.

Com informações: Android AuthorityAndroid Central, XDA-Developers e The Next Web

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *